Blog

LUXAÇÃO PATELAR POR TRAUMATISMO

Dra. Sandra Jabur Wegner

A LUXAÇÃO PATELAR É CARACTERIZADA PELO DESLOCAMENTO COMPLETO DA ARTICULAÇÃO TÍBIO-FEMURAL, RESULTANDO NA LESÃO DOS PRINCIPAIS LIGAMENTOS DO JOELHO.

ESTA LESÃO PODE OCORRER POR DUAS MANEIRAS: TRAUMAS DIRETOS OU INDIRETOS.

EM GERAL AS LUXAÇÕES SÃO MAIS COMUNS EM PACIENTES JOVENS E DO SEXO MASCULINO, SENDO CLASSIFICADOS COM TRAUMAS DE ALTA ENERGIA, RELACIONADOS COM ACIDENTES COM AUTOMÓVEIS, MOTOS OU DE GRANDE IMPACTO E COLISÃO NOS ESPORTES. O  MAIOR ENVOLVIMENTO DE PESSOAS DO SEXO FEMININO COM ESPORTES DE ALTO RISCO OU IMPACTO TEM TRAZIDO UM MAIOR ENVOLVIMENTO DESTAS COM ESTA LESÃO.

JÁ OS TRAUMAS DE BAIXA ENERGIA, TIPICAMENTE QUEDA DA PRÓPRIA ALTURA, SÃO BEM COMUNS EM PACIENTES IDOSOS E OBESOS.

ESTAS LUXAÇÕES PODEM SER COMPLETAS (QUANDO OS OSSOS SE DESCONECTAM TOTALMENTE) E INCOMPLETAS (QUANDO O DESLOCAMENTO DOS OSSOS É BEM REDUZIDO).

A FISIOTERAPIA AQUÁTICA VISA DIMINUIR O QUADRO ÁLGICO, RESTABELECER O EQUILÍBRIO E FORTALECER, MEDIANTE O EMPREGO DE TÉCNICAS DO MÉTODO BAD RAGAZ, FOCANDO ISOMETRIA NO INÍCIO E, POSTERIORMENTE, COM MOVIMENTOS MAIS DINÂMICOS.

 

_ARY8346

PÉ TORTO CONGÊNITO (PTC)

Dra Sandra Jabur Wegner

O PTC é definido como uma deformidade caracterizada por mau alinhamento complexo do pé, que envolve partes moles e ósseas, com deformidade em eqüino e varo do retropé, cavo e adução do médio e antepé.

Pé torto congênito, também chamado de pé torto equinovaro, é uma má formação congênita onde o bebê nasce com o pé virado para dentro, podendo ocorrer em um só pé ou em ambos.

Embora o pé torto congênito seja uma das deformidades congênitas mais comuns dos membros inferiores, ainda há controvérsias com relação à etiologia e ao tratamento. Apesar da frequência relativamente alta, o tratamento é desafiador, pois objetiva obter um pé funcional, flexível e indolor, com resultados permanentes.

A correção da deformidade requer habitualmente tratamento cirúrgico, complementado por fisioterapia.

A Fisioterapia Aquática proporciona um relaxamento de todas as estruturas do complexo do pé através da água e sua temperatura mais elevada durante o tratamento, assim facilitando todo trabalho de mobilização articular e liberação miofascial de toda a musculatura envolvida, diminuindo a rigidez e facilitando o alongamento.

Através de atividades lúdicas estimulamos o bebê a realizar movimentos de pernas e pés, fortalecendo o musculatura, trabalhando o equilíbrio, facilitando a marcha e contribuindo para usufruir plenamente do tratamento cirúrgico.

 

Luxação Congênita de quadril

Dra Sandra Jabur Wegner

Luxação congênita de quadril (LCQ) é a perda do contato da cabeça do fêmur com o acetábulo ao nascer. O quadril é uma das articulações do corpo que pode sofrer consequências de um mau posicionamento intra-uterino.

O diagnóstico tardio leva a uma maior complexidade no tratamento, maiores riscos e tempo prolongado de imobilização para a correção do problema.

Dentro dos métodos fisioterápicos, a fisioterapia aquática é um dos recursos mais utilizados. Cada propriedade física da água (empuxo que resulta no efeito da flutuação, pressão hidrostática, etc) influencia o corpo humano imerso e tem efeitos sobre o tratamento. Permite melhorar a capacidade funcional e as AVDs (atividades da vida diária), evitando vícios posturais e deformidades. Ademais, contribui para promover a independência do indivíduo afetado.

LCA

Dr. Marcos Costa Lira

O ligamento cruzado anterior (LCA) é uma estrutura fundamental para a articulação do joelho, visto que este é um importante restritor da instabilidade anterior e rotação interna da tíbia. Entretanto, a ruptura desta estrutura é a lesão ligamentar mais comum do joelho. A lesão do LCA acomete principalmente indivíduos jovens e ativos e caracteriza-se especialmente pela instabilidade articular.

É consenso que este ligamento não cicatriza adequadamente após a lesão, sendo necessária a reconstrução cirúrgica, hoje o tratamento padrão em atletas. Na fisioterapia aquática, é possível iniciar a reabilitação pós-cirúrgica o mais rápido possível. Através de adesivos especiais que não deixam molhar os pontos cirurgicos, iniciamos trabalho em deep water (sem o cotato dos pes no chão), trabalhando toda mobilidade do joelho, tendo como objetivo devolver a amplitude de movimento o mais rápido possível. Posteriormente dando continuidade através de exercicios isométricos para devolução do trofismo da perna  e tão logo retornar a exercicios mais especificos de fortalecimento.

 

Pé plano ou pé chato

Dra Sandra Jabur Wegner

Os desequilíbrios musculares decorrentes de sobrecargas e má distribuição do peso corporal alteram consideravelmente os arcos plantares, comprometendo suas funções de absorção de impactos e diminuem sua mobilidade. O pé plano é o desabamento do arco plantar.

A maioria das crianças entre 3-6 anos apresentam os pés planos, que normalizarão, em 80% das vezes, ao longo do crescimento. Uma pequena parcela destas crianças manterá o arco do pé aplainado e serão adultos com pé chato.

Embora esta patologia seja mais comumente encontrada em mulheres na 5ª e 6ª década de vida, ela pode ser vista também em outras idades, assim como em homens.

O tratamento da água é indicado pela diminuição ou anulação da força da gravidade pelo empuxo. O paciente pode caminhar numa profundidade ideal e o empuxo e a pressão hidrostática ajudam na circulação de retorno, diminuindo a dor.

Após a diminuição do quadro de dor é realizado um fortalecimento global junto com o alongamento da musculatura do pé, tornozelo, calcanhar e perna.

É utilizado o método Bad Ragaz para fortalecer e alongar, reequilibrando todas estas estruturas.

Tendinite calcária

Dra Sandra Jabur Wegner

A tendinite calcária do ombro é uma calcificação reativa, autolimitante, caracterizada pela deposição de sais de cálcio nos tendões do manguito rotador (principalmente no tendão do supraespinhoso) e por constantes dores no ombro. Esta patologia é mais comum em indivíduos entre 30 e 60 anos de idade, com maior incidência no sexo feminino, podendo ser encontrada tanto em indivíduos sintomáticos quanto assintomáticos. Em pacientes sintomáticos, a dor e a perda de amplitude de movimento (ADM) representam as principais queixas. A tendinite calcária do ombro corresponde a 17% das síndromes dolorosas do ombro.

Não temos ainda uma causa bem esclarecida, mas fatores como relativa isquemia em consequência da hipovascularização na chamada zona crítica do manguito rotador, degeneração dos tendões e distúrbios metabólicos têm sido sugeridos como possíveis causas.

A abordagem na fisioterapia aquática vai se valer do trabalho com o corpo todo imerso na água, assim anulando a força da gravidade e com isso facilitando a manipulação na sua fase aguda, permitindo uma liberação muscular e articular de todas as estruturas da cintura escapular. Posteriormente, com o quadro álgico controlado, iniciamos trabalho de fortalecimento e estabilização da cintura escapular, com os métodos Bad Ragaz e Halliwick e também exercícios que utilizem as propriedades físicas da água (arrasto, turbulência, empuxo, etc) para complementação do fortalecimento muscular.

Tendinite da Pata de Ganso

Dra Sandra Jabur Wegner

É uma inflamação do tendão que se insere na face interna do joelho denominado pata de ganso, que é formada pela inserção comum dos músculos semitendinoso, sartório e grácil. Muitas vezes esta condição surge devido a sobrecarga, a stress articular, como no caso dos corredores, ou ainda a desalinhamentos posturais sobrecarregando os joelhos, desequilíbrios da musculatura ou traumatismos. A dor localiza-se predominantemente da face interna do joelho, podendo irradiar para a coxa, principalmente na flexão de joelhos, ao subir e descer escadas, e atividades de impacto. Surge muitas vezes em conjunto com inflamação da bursa que se localiza também nesta região (bursite).

A fisioterapia aquática vai atuar na diminuição da dor através dos exercícios isométricos utilizando o método Bad Ragaz que alonga e fortalece ao mesmo tempo. Trabalham-se os exercícios funcionais em deep water (sem impacto), sem agredir a articulação e sem perder a função.

_ARY8347.jpg